30.5.13

cortiça e que tais

































Este foi um dos últimos trabalhos que fiz. Um jogo didático sobre o montado e a cortiça que contém o tabuleiro e 100 cartas com perguntas. Foi feito especialmente para um evento sobre a cortiça que aconteceu na semana passada em Coruche. Também foi feito em formato gigante onde os miúdos são os próprios peões e vão passeando pelo tabuleiro respondendo às ditas perguntas. Eu ao fazê-lo fiquei a saber imensas coisas que não tinha ideia....

24.5.13

combos!











































A "panca" por azulejos já vem de trás, e esta não foi a primeira vez que me ofereceram azulejos, mas foi a primeira vez que me ofereceram um COMBO de azulejos cortiço&netos. Os combos estão disponíveis em várias lojas, mas amanhã quem quiser dar um salto até ao antigo edifico dos ctt (junto ao mercado da ribeira) pode compra-los e imagino que também azulejos individuais. São lindos!

19.5.13

surpresas





























Há sempre destas surpresas. A primeira foi o regresso do Outono, ou a chegada dele depois de dois dias de Verão... e não vou falar mais nisso para não me irritar. A segunda tem a ver com esta ilustração.

Ao longo deste último ano fiz inúmeras ilustrações que deram resultado na exposição que está agora no Tati. Com cada uma delas aconteceram relações e processos diferentes. Há ilustrações que se fazem de forma rápida e impulsiva, outras de forma muito mais lenta. Umas já sei desde o principio como vão acabar, outras são uma surpresa porque a propria ilustração vai pedindo soluções diferentes da que tinha imaginado inicialmente e outras deixam a sensação de inacabadas. Umas ou me dão mais gozo ou me frustram mais, outras são desafios maiores, e ainda as que quase passam desapercebias. O incrível é que no fim, quando estão todas na parede e já não me pertencem só a mim, a apreciação que as pessoas fazem delas nada tem a ver com o processo que houve até ali estarem nem com aquilo que eu possa sentir em relação a elas. É uma apreciação totalmente imparcial e descomprometida. Do que eu pude constatar existe uma tendência nas preferências e tal fenómeno é totalmente incompreendido por mim. Esta ilustração foi a maior revelação, a mais pedida e mais comentada, no entanto das que menos dei importância. E outras, que foram determinantes para o meu processo nem comentadas foram. Felizmente há estas situações que me fazem olhar para o trabalho com uma perspectiva diferente, colocar novas perguntas, pôr em causa as verdades, e acima de tudo ser surpreendida.

8.5.13

a minha meia toranja!

































A única pessoa que eu tinha visto a comer toranja e a única com quem eu comia toranja era o meu avô. Nunca comprei, nem comi em mais lado nenhum ( e sem nunca sequer ter pensado no assunto..).Era  meia toranja para cada um com um bocadinho de açucar por cima.
Foram precisos alguns anos até encontrar alguém que também tinha um avô que comia toranja, para eu voltar a comer. Foram precisos anos sem nunca ter pensado no assunto, para perceber que a toranja só se come com alguém de quem se gosta muito...


5.5.13

en febrero











































Foi também em fevereiro que comecei a trabalhar neste cd,o último projecto do Demian. Além de ser um amigo, é um óptimo músico e trabalhar ao som de boa música torna tudo mais fácil! 

O cd ainda n está cá fora mas esperemos que esteja brevemente. Entretanto podem espreitar aqui : www.demiancabaud.com

3.5.13

Brinquedo novo






























































A facilidade com que podemos fingir que a nossa vida é mais poética do que realmente é...

1. elevador de qq  prédio mais que comum dos anos 70 (giro de qualquer maneira).
2. O frigorifico às vezes tem alguma coisa estragada, caixas com restos, comida embalada..
3. Um cão que inevitavelmente deita pêlo por todo o lado.... (mas n deixa de ser lindo), e a luz da sala que não é bem assim....
4. As plantas exigem uma luta nem sempre ganha para que sobrevivam e tenham bom aspecto...
5. a luz real da casa de banho é artificial e os azulejos são verdes e amarelos sem qualquer tipo de graça

No entanto aqui parece que vivo dentro de um filme qualquer (francês?)